Como pode o Programa Nacional para a Acessibilidade ajudá-lo

Como pode o Programa Nacional para a Acessibilidade ajudá-lo

Assistência a viajantes com necessidades especiais de mobilidade, visão ou audição

O Programa Nacional para a Acessibilidade reconhece que a acessibilidade não é apenas uma questão de acesso a cadeiras de rodas. Leia as perguntas a seguir e se a resposta a uma ou várias for “sim”, terá vantagem em procurar alojamento avaliado pelo sistema.

P. Tem dificuldade em ler sinais a alguma distância?
R. Teria vantagem numa sinalética mais clara e escrita com letra maior.

P . Já alguma vez sentiu dificuldade em identificar qual é a torneira da água fria ou quente?
R. Teria vantagem se os indicadores de quente e frio fossem mais visíveis nas torneiras.

P . Acontece-lhe frequentemente ficar a pensar em que andar terá parado o elevador?
R. Teria vantagem se houvesse indicadores visuais e áudio para os andares.

P . Acontece-lhe tentar puxar uma porta e descobrir que afinal ela é de empurrar?
R. Teria vantagem se a sinalética nas portas fosse mais clara.

P . Preocupa-se com o que poderia acontecer se o elevador avariasse?
R. Teria vantagem se houvesse pessoal bem treinado, conhecedor dos procedimentos para evacuação de hóspedes portadores de deficiência.

P . Já alguma vez, saindo a passear, sentiu a necessidade de se sentar um pouco e não conseguiu encontrar onde?
R. Teria vantagem se houvesse assentos convenientemente distribuídos por espaços abertos e em edifícios.

P . Já lhe aconteceu pensar ter chegado ao fim da escada e descobrir que afinal havia mais um degrau?
R. Teria vantagem se houvesse marcações mais claras no topo e no final de escadas.

P . Já alguma vez partiu algum membro, ficando com dificuldade em realizar tarefas comuns, como por exemplo accionar um autoclismo?
R. Teria vantagem com a implementação de muitos dos critérios Programa Nacional para a Acessibilidade, como alteadores de sanitas, manípulos de autoclismo acessíveis, barras de apoio, corredores largos, portas amplas

P . Por vezes, quando pede uma indicação, acontece-lhe ouvir só a primeira parte e depois ter que depender de sinais, regularmente espaçado?
R. Teria vantagem se pudesse contar com uma sinalética clara a intervalos mais curtos.

P . Acontece-lhe ter dificuldade de ouvir o que lhe dizem sobre um fundo de ruído ambiente ou de música?
R. Teria vantagem se houvesse lugares para se sentar, afastados do ruído e com música ambiente mais suave, ou mesmo sem música.

P . Parece-lhe que a informação sobre saídas de emergência em caso de fogo é difícil de ler?
R. Teria vantagem no uso de letra maior e com tipo de letra mais fácil de ler.

P . Os menus de restaurante parecem-lhe difíceis de ler?
R. Teria vantagem no uso de letra maior e com tipo de letra mais fácil de ler.

P . Os holofotes parecem-lhe geralmente demasiado fortes ou demasiado dirigidos para si?
R. Teria vantagem numa iluminação suave e difusa.

P . Acha que o Teletexto em televisão é útil?
R. Talvez lhe fosse útil um sistema de legendas, que daria acesso a outros serviços do Teletexto.

P . Já fez alguma operação que limitasse, temporariamente, a sua capacidade para executar tarefas do dia-a-dia?
R. Teria vantagem se houvesse toilettes mais amplas, coxias e portas mais largas, barras de apoio, alteadores de sanitas, acessórios à mão, nos quartos e casas de banho, e duches ao nível do chão, etc.

P . Já alguma vez teve de levar para um andar superior bagagem pesada ou uma cadeira de rodas?
R. Teria vantagem em poder dispor de rampas com pausas para descansar, em alternativa a escadas.

Se respondeu sim a alguma destas perguntas, ser-lhe-ia vantajoso beneficiar dos serviços que são prestados em alojamentos avaliados pelo Programa Nacional para a Acessibilidade.

Para encontrar acomodações com boa acessibilidade, procure os símbolos do Programa Nacional para a Acessibilidade .