As 5 maiores obras de arte do Reino Unido | VisitBritain

As 5 maiores obras-primas da Grã-Bretanha

Obras de arte famosas

Grande Cama de Ware

Museu Vitória e Alberto, Londres

© V&A Images

Conheça obras de grandes mestres expostas em galerias e museus da Grã-Bretanha, de pinturas pré-rafaelitas a esculturas vikings, além da mais gigantesca cama já vista. É difícil escolher as mais importantes com tanta coisa para se ver. Mas não deixe de ver estas cinco imperdíveis.

O quê: Grande Cama de Ware, 1590
Onde: Museu Vitória e Alberto, Londres
Por quê
: famosa a ponto de ser mencionada em Noite de Reis, de Shakespeare, esta enorme cama de dossel com três metros de largura está coberta de entalhes complexos e ainda apresenta desenhos e selos de cera de antigos usuários. Presume-se que a cama foi fabricada como uma curiosidade para atrair clientes a uma das pousadas de Ware, em Hertfordshire, e o sentido de história que emana de seus travesseiros é inebriante.

Saiba mais sobre a Grande Cama de Ware

O quê: Whaam!, de Roy Lichtenstein, 1963
Onde: Tate Modern, Londres
Por quê:
considerado por muitos um dos melhores quadros de Lichtenstein, as cores intensas, as letras no estilo de quadrinhos e o Whaam onomatopeico que descreve um avião de caça atirando em outra aeronave são pura Pop Art e uma das obras mais notáveis e interessantes da Tate Modern.

Saiba mais sobre Whaam!

O quê: Cristo de São João da Cruz, de Salvador Dali, 1951
Onde: Museu e Galeria de Arte de Kelvingrove, Glasgow, Escócia
Por quê:
esta interpretação surrealista da crucificação é pintada em um ângulo desconcertante mostrando Cristo estendido na cruz, sem pregos ou feridas, precipitando-se sobre um plácido fundo azul. A pintura combina um estranho contraste de claro e escuro, com efeitos mágicos que causam uma sensação inesquecível.

Saiba mais sobre Cristo de São João da Cruz

O quê: Peças Lewis, século XII-XIII
Onde:  Museu Nacional da Escócia, Edimburgo, Escócia
Por quê:
encontradas na Ilha de Lewis, em 1831, estas figuras muito bem esculpidas são, provavelmente, o mais conhecido achado arqueológico da Escócia. As peças de xadrez consistem de dentes de morsas e baleias elaboradamente trabalhados na forma de reis e rainhas sentados, bispos, cavaleiros em suas montarias e outras figuras. Acredita-se que foram feitas por artesãos escandinavos que oferecem uma visão encantadora da cultura viking e escocesa.

Saiba mais sobre as Peças Lewis

O quê: The Last of England, de Ford Madox Brown, 1855
Onde: Museu e Galeria de Arte de Birmingham e Museu Fitzwilliam, Cambridge, Inglaterra
Por quê:
este pungente retrato da emigração mostra uma jovem família deixando a Grã-Bretanha pra trás e para sempre. E com as falésias brancas de Dover se distanciando, os rostos empalidecidos, porém determinados, do casal e as crianças agasalhadas, é impossível não se emocionar com o poder da história que a imagem conta. Existem duas versões da pintura, uma em Birmingham e outra em Cambridge.

Saiba mais sobre The Last of England