Coisas para fazer | Patrimônio | Grã-Bretanha romana

Grã-Bretanha romana

Volte quase 2 mil anos no tempo

View towards Steel Rigg from Hadrian

Hadrian's Wall

View towards Steel Rigg from Hadrian's Wall in Northumbria, Hadrian's Wall, near Haltwhistle, Northumberland, England

Britainonview.com / Rod Edwards

Os romanos colonizaram a Grã-Bretanha aproximadamente 2 mil anos atrás e sua influência ainda pode ser vista nos dias de hoje. Junte-se a nós em uma viagem até a terra dos deuses pagãos, das guerras tribais e da arquitetura imponente…

Olhando por cima do pequeno muro de pedra para os verdes campos de Northumberland à distância, é fácil imaginar os orgulhosos soldados romanos observando a mesma paisagem séculos atrás. Afinal de contas, apesar de os romanos terem realizado inúmeros projetos durante o seu tempo na Grã-Bretanha, é a Muralha de Adriano, incontestavelmente, o seu feito mais espetacular. A obra alcança quase 5 metros de altura e se estende por 130 quilômetros por toda a Grã-Bretanha, de South Shields, no leste, a Ravenglass, no oeste. A muralha não foi construída para manter os escoceses fora da Inglaterra. Ela era, de fato, uma agência fronteiriça e alfandegária para controlar o fluxo de mercadorias entre o norte e o sul. Hoje, grande parte do movimento vem dos caminhantes, ciclistas ou passageiros do ônibus que serve a Muralha de Adriano .

Mas nem tudo era trabalho para os romanos, portanto não surpreende o fato de terem criado um magnífico templo e complexo balneário ao redor da única fonte termal da Grã-Bretanha, localizado no Patrimônio Mundial apropriadamente chamado de City of Bath . Esse era o local na Grã-Bretanha romana para descansar e relaxar, tradição que ainda hoje pode ser vivenciada no Thermae Bath Spa .

Se Bath destinava-se ao relaxamento, York era selecionada para o trabalho sério. Conhecida à época como Eboracum, York foi o centro político do Império Romano durante dois períodos separados por 100 anos, e dois imperadores viveram e morreram na região. Apesar de atualmente quase nada restar daquele tempo, partes da muralha romana permanecem intactas, incluindo a Torre Multangular (de dez lados) nos jardins do museu da cidade. Chester possui uma muralha romana completa, cercando três quilômetros ao redor da cidade. A partir deste ponto é possível ver as ruínas do maior anfiteatro romano da Grã-Bretanha.

Embora pouco tenha restado da cidade de Londinium, a enorme coleção romana do Museu de Londres apresenta mais de 47 mil objetos recuperados durante os projetos de construção em Capital .