5 formas de passear pela Grã-Bretanha

Barco, trem, carro: conheça passeios históricos ao longo do Rio Tamisa, uma viagem pela paisagem inspiradora da Escócia e outras maneiras de apreciar a beleza fascinante da Grã-Bretanha.

Londres de barco

Skuna Boats in London. Hot tub boats to relax in around London's canals and waterways.

Londres ganha uma perspectiva totalmente diferente em um cruzeiro pelo rio Tâmisa. As rotas da City Cruises passam por ícones como Westminster, Big Ben e a Torre de Londres, antes de navegar rumo a Greenwich, um patrimônio da humanidade. Outra opção é o Uber Boat by Thames Clippers, que passa pelo Porto de Chelsea, Waterloo e Woolwich.

Um cruzeiro diferente e único é o Skuna Boat, que oferece experiências como barcos com banheira de hidromassagem privativa ou churrasco a bordo, enquanto desliza diante das atrações de Londres. Quem gosta de aventura pode optar por uma kayaking experience, disponível tanto de dia como de noite!

1
Skuna Boats (HotTug)

Inglaterra de trem

Bath station, Bath, England. A steam train, LMS Royal Scot Class 6100 on the tracks in steam, and a coal tender with a British Railways logo. A driver leaning out of the cab.

Uma forma encantadora de desbravar o sudoeste da Inglaterra é viajando de trem. Com litorais azuis e cidades históricas, a rota pelo sudoeste te leva pelas relíquias romanas da cidade de Bath aos refrescantes restaurantes à beira do porto de Bristol, com as duas cidades separadas por um passeio de trem panorâmico de 15 minutos.

A partir de Bristol, o trem até St Ives oferece cinco horas de lindos cenários, com os deslumbrantes penhascos e praias da Cornualha. St Ives é particularmente amada por artistas britânicos, inclusive tendo sua própria galeria Tate, à beira-mar. Siga então para a charmosa cidade de St Austell, a pouco mais de uma hora de trem. Esta cidade mercantil tradicional é o lar de praias de areia branca e bosques históricos. Também fica perto dos paraísos botânicos Eden Project e Jardins Perdidos de Heligan.

2
Bath

Escócia de carro

Culzean Castle, Scotland. Credit: VisitScotland/Paul Tomkins.

Algumas das joias menos conhecidas da Escócia estão ao longo da South West Coastal 300, uma rota de 480 quilômetros repleta de cenários e atrações. Passará pela eternamente romântica Sweetheart Abbey, pelo Castelo Culzean e pelo inspirador Crawick Multiverse, uma impressionante instalação de land art. No caminho há a chance de explorar o passado viking da Grã-Bretanha na reconstrução da Idade do Ferro de Whithorn e maravilhar-se com o céu estrelado e claro da Escócia no Observatório Escocês Dark Sky, no coração da Floresta Galloway.

3
Castelo Culzean

Cambridge de bicicleta

Rear view of adult on bicycle cycling on a street in Cambridge, Cambridgeshire, England.

Sede da famosa universidade, Cambridge é ideal para quem gosta de passeios de bike. Há quilômetros de ciclovias, tanto no centro da cidade quanto nos arredores. Uma das mais pitorescas e tranquilas vai de Cambridge à Abadia de Anglesey, em um trajeto de 11 quilômetros, margeando uma parte do rio Cam. Uma das paradas é o Museu da Tecnologia e o charmoso vilarejo de Stow-cum-Quy.

O destino final, a Abadia de Anglesey é uma relíquia dos anos 1500. Um retiro rural de estilo jacobino, convertido de um antigo priorado e decorado de forma elaborada com móveis grandiosos, obras de arte ricas e relógios opulentos. Igualmente encantador é o moinho, de 1793. Totalmente restaurado e funcionando, farinha recém-moída pode ser comprada no local, dando a você um verdadeiro sabor da história. 

4
Cambridge

Caminhada no País de Gales

Foel Fenlli, Vale of Clwyd, on the Offa's Dyke Path.

Uma das belas trilhas da Grã-Bretanha fica na fronteira entre o País de Gales e a Inglaterra. A Trilha Nacional Offa’s Dyke Path é cercada por vistas panorâmicas, relíquias antigas e dos sons da vida selvagem.  A trilha inteira tem 285 quilômetros e leva 14 dias para ser completada, mas a maior parte das pessoas faz apenas trechos dela. No caminho estão prados, fortalezas da Idade do Ferro e as dramáticas Black Mountains galesas. O próprio Offa Dyke é imperdível - uma vala escavada à mão que remonta pelo menos ao século VIII. Repleto de lendas, o folclore antigo conta que a vala foi usada pelo rei anglo-saxão Offa para dividir o reino da Mércia de seus rivais.

Outras atrações imperdíveis são o Púlpito do Diabo, com vista para a Abadia de Tintern, a última ponte medieval fortificada da Grã-Bretanha, que atravessa o rio Monnow, e o maravilhoso Aqueduto Pontcysyllte, um Patrimônio Mundial da UNESCO que abriga o aqueduto mais longo e mais alto da Grã-Bretanha, que pode ser cruzado a pé ou de barco.

Para planejar quais partes da trilha você gostaria de fazer, use o itinerary maker.

5
Pontcysyllte Aqueduct

Recomendamos que você sempre verifique os sites das atrações individuais para obter as informações mais recentes, pois eventos e detalhes estão sujeitos a alterações.

04 Feb 2021(last updated)

Veja também