Londres: 5 bairros pouco explorados que valem o passeio

Londres é uma cidade cativante e repleta de bairros charmosos e cheios de personalidade. 

Se você já viu os pontos turísticos famosos, hora de desbravar lugares menos explorados - mas igualmente interessantes!

1. Um toque de interior em Wimbledon

Siga para Wimbledon Village e terá a sensação de estar no interior da Inglaterra. Com lojas boutique, pubs tradicionais e cavalos trotando aqui e ali, há uma autêntica atmosfera interiorana nesta parte de Londres.

O bosque Wimbledon Common fica na fronteira de Wimbledon Village e é um ótimo lugar para caminhadas e piqueniques. Nos limites do bosque está o pub Crooked Billet, uma ótima pedida para quem quer provar a autêntica culinária britânica. 

Aproveite para conhecer o Templo Buddhapadipa. O estilo tailandês do telhado vermelho e dourado somado aos jardins bem cuidados oferecem uma oportunidade única de meditação e relaxamento.  

Wimbledon é famosa pelo tênis. Se estiver visitando fora da temporada de torneio, pode aproveitar para conhecer o museu Lawn Tennis Museum and Tour, que oferece tours narrados em português.   

À noite a opção é um espetáculo no Teatro New Wimbledon, cercado de bares e pubs perfeitos para um encontro antes da apresentação. Depois siga para Putney ou Fulham, nas proximidades, para conhecer os bares temáticos e casas noturnas.

Como chegar: De trem, a estação de Wimbledon fica a 16 minutos de Waterloo. De metrô, Wimbledon Park fica a 26 minutes da estação Victoria.  

1
Wimbledon

2. O lado cool do leste de Londres em Dalston

No leste da cidade, do outro lado do Tâmisa fica o artístico bairro de Dalston, uma boa base para quem quer explorar o lado cool do leste de Londres.

Para ficar por dentro das novas tendências de moda, fique um tempo no London Fields, um grande parque público, e apenas observe o movimento de pessoas. É quase um desfile de moda!

Visite o BSMT Space para o que há de mais moderno em arte urbana e contemportânea produzidos por artistas britânicos e internacionais. Ou simplesmente caminhe pelas ruas do bairro e observe a quantidade de arte urbana e grafites nos arredores.

Vá às compras no Ridley Road Market, um polo de produtos africanos, asiáticos e caribenhos e aproveite as ofertas do Hackney Flea Market. Sucesso no Instagram, o mercado de flores Columbia Road Flower Market é uma explosão de cores e perfumes. 

 

 

A post shared by Francesca (@lafrancifranca) on

 

Dalston oferece ótimas opções gastronômicas. O restaurante Cirrik serve o melhor da culinária turca, enquanto o bar e restaurante japonês Brilliant Corners dá um ar sofisticado ao East End londrino.  

Como chegar: Dalston conta com duas estações de metrô, Dalston Junction e Dalston Kings, ambas a 20 minutos da estação King’s Cross.

2
Dalston

3. Aventure-se em Camden Town

De um mercado a outro. No norte de Londres, Camden Town é famosa não só pelo seu market urbano mas também pela rica herança musical.

A cena musical em Camden continua viva e pulsante. Assista a um gig (show ao vivo) nos icônicos Koko e Roundhouse. Ou veja de perto os novos nomes do jazz britânico no Jazz Café.

 

 

A post shared by Julie (@julieswonderland89) on

 

Da vida noturna à vida selvagem, visite o zoológico ZSL London Zoo e seus ilustres moradores - leões, gorilas e criaturas da floresta. Se tiver um gosto por aventura, hospede-se nos luxuosos chalés Gir Lion Lodge, situados no meio do zoológico.

A partir de Camden Lock você pode explorar as margens do Regent’s Canal até o bairro de Little Venice, admirando as belas casas flutuantes estacionadas ao longo do canal. Se quiser dscansar as pernas, pegue um dos ônibus aquáticos e navegue pelo canal em uma autêntica embarcação local.

Como chegar: A estação Camden Town fica a 4 minutos de metrô da estação King’s Cross.

3
Camden Town

4. Desperte os sentidos em Brixton

No sudoeste de Londres, ao sair da estação Brixton do metrô você possivelmente será recebido pelo som de um artista de rua digno de gravadora. Brixton é um bairro único, tão único que tem sua própria moeda, o Brixton Pound. Mas não se preocupe, a libra esterlina também é aceita aqui!

Siga até a avenida Electric e entre na Brixton Village, um eclético centro comercial que combina peixarias tradicionais, quitandas, lojas de souvenirs e restaurantes bacaninhas.

A próxima parada é o Parque Brockwell, ótimo para recarregar as baterias e preparar-se para a animada vida noturna de Brixton.

 

A post shared by Pop Brixton (@popbrixton) on

Pop Brixton é uma pilha de contêiners transformados em um dos lugares mais descolados e badalados do sul de Londres. Há muitas opções de lugares para tomar uns drinks com os amigos. A culinária é tão diversa quanto os residentes deste fascinante bairro londrino.

4
Brixton

5. Vá às compras em Hammersmith

Do sudoeste de Londres, rumamos para o oeste, até Hammersmith. Às vezes ofuscado pelos seus vizinhos ricos Fulham e Kensington, este bairro tem muito a oferecer.

Para começar, Hammersmith fica às margens do Tâmisa e conta com uma série de pubs à beira do rio. O aconchegante Dove Pub oferece algumas das melhores vistas do Tâmisa e poderia roubar facilmente uma tarde toda onde só o que se faz é assistir a vida passar.

Para os shopaholics de plantão, Hammersmith é imperdível. A King Street tem a combinação perfeita de lojas de marcas famosas e designers independentes. No Shepherd’s Bush Market você encontra tecidos, móveis e artigos para casa a preços razoáveis. Se preferir algo mais exclusivo, dirija-se ao The Village dentro do shopping Westfield, onde as butiques de estilistas de luxo se concentram.

Para animar a noite, aproveite os shows no Apollo no O2 Shepherd’s Bush Empire, que sempre trazem grandes nomes da música e comediantes. Para grandes produções, siga para o Lyric Hammersmith e aproveite o melhor que o West End de Londres tem a oferecer.

5
Hammersmith
Carleen Shoy
30 Oct 2018(last updated)