Lua de mel na Grã-Bretanha

Saturday 10 June 2017

Conheça os lugares românticos da Grã-Bretanha favoritos para uma viagem de lua de mel

Escócia e o charme das Terras Altas

Em meio a montanhas escarpadas, vales e lagos cristalinos, as Terras Alltas são uma imersão na cultura única da Escócia. Um universo composto por gaitas de foles, kilts e os melhores uísques do mundo junto aos highlanders, um povo que une a magia dos celtas com a bravura dos vikings. As Terras Altas foram inspiração para sucessos como Coração Valente e Harry Potter, a animação Valente da Disney e a série Outlander.

Uma lua-de-mel nesta região tão especial da Escócia oferece uma série de momentos intimistas em paisagens selvagens. Para deixar tudo ainda mais charmoso, a hospedagem é em castelos como o Inverlochy Castle e propriedades histórica como a Cameron House e a Culloden House, ou em resorts de golfe como o Gleneagles, além dos muitos hoteis boutique e B&Bs luxuosos. Para completar a experiência escocesa o roteiro deve incluir alguns dias na capital Edimburgo, patrimônio da humanidade.

País de Gales: castelos, aventura e romance

A região norte do País de Gales é um refúgio apaixonante e cheio de experiências. Aqui normalmente os pombinhos começam com a rota dos castelos medievais, que estão entre os mais belos do Reino Unido. Depois desbravam de trem (ou a pé) a subida da montanha mais alta do país, Snowdon, no magnífico Parque Nacional de Snowdonia. Para um toque extra de arenalina pode-se experimentar a tirolesa mais veloz do mundo, que fica em Snowdonia.

De Snowdonia segue-se um caminho que passa por vilarejos charmosos, com restaurantes repletos de delícias locais e onde aprende-se algumas palavras em galês com um povo muito acolhedor. O destino final é a Ilha de Anglesey, onde casais apaixonados selam o amor à moda William & Kate - o casal Real escolheu a ilha como morada após o casamento. Podem hospedar-se no castelo Chateau Rhianfa, no hotel Palé Hall e em um dos muitos B&Bs boutique. O norte de Gales fica pertinho de Liverpool, berço dos Beatles e de Manchester, templo do futebol, o que ajuda a dinamizar ainda mais o roteiro.

Inglaterra: romance à moda antiga

Palco de romances como Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade, Bath é uma das cidades mais adoráveis da Inglaterra e grande inspiração de Jane Austen. Era o destino de férias da aristocracia britânica devido às suas famosas águas termais, sobre as quais os Romanos ergueram um imponente templo, hoje transformado em museu. O Thermae Bath Spa (abaixo) utiliza água da mesma fonte descoberta pelos Romanos, 2 mil anos atrás, e ainda oferece vistas lindas da cidade.

A cidade inteira de Bath é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO e sua localização é perfeita para quem quer desbravar outros vilarejos românticos como as Cotswolds (abaixo) e destinos como Bristol, Stonehenge e Cardiff, capital do País de Gales.

Dentre os melhores lugares para se hospedar na lua de mel estão o hotel boutique Villa at Henrietta Park, o hotel de luxo The Gainsborough Spa e o The Royal Crescent Hotel & Spa, em um dos edifícios mais importantes da cidade.

Londres: romance na capital do mundo

Como cidade cosmopolita e maior capital da Europa, Londres oferece uma infinidade de passeios românticos e experiências a dois. Pode ser uma cápsula exclusiva com champanhe na London Eye, jantares românticos com vistas panorâmicas como a do Aqua Shard, um musical clássico como O Fantasma da Ópera em West End e um jantar no barco cruzando o rio Tâmisa, aos pés do Big Ben iluminado.

Além dos restaurantes e atrações, Londres é a capital mundial das compras - oportunidade perfeita para escolher o enxoval. Com 48% de área verde, oferece muitas oportunidades de passeio por parques e belos jardins. Sem contar a variedade de hotéis de luxo, hoteis boutique e B&Bs românticos - são tantos que nem dá para listar. Leia mais sobre passeios românticos em Londres.

Você sabia?

A pequena cidade de Gretna Green, na fronteira da Escócia com a Inglaterra, está entre os destinos mais populares de casamento do mundo. Nos anos 1700, Inglaterra e País de Gales exigiam 21 anos como idade mínima para o casamento. Com as leis mais flexíveis da Escócia, casais jovens apaixonados 'fugiam' para Gretna Green para se casar e, aos poucos, o vilarejo foi se tornando um símbolo da união baseada no amor verdadeiro, e não nas trocas e interesses financeiros tão comuns à época. Mencionada nas obras de Jane Austen e Agatha Christie, Gretna Green continua atraindo casais apaixonados.

______________________________________________________________________________________________________

Mais artigos sugeridos:

Últimos posts

5 filmes que amamos sobre a Escócia

Leia mais
5 filmes que amamos sobre a Escócia

Tour do whisky escocês

Leia mais
Tour do whisky escocês

15 motivos para visitar a Escócia

Leia mais
15 motivos para visitar a Escócia

A Inglaterra de Jane Austen

Leia mais
A Inglaterra de Jane Austen

Verão na Grã-Bretanha

Leia mais
Verão na Grã-Bretanha