A preparação para o grande dia - etiqueta e tradições de casamentos da Realeza

Thursday 08 March 2018

Muito tempo e muitos esforços são usados no planejamento de um casamento. Agora, imagine só um casamento da Realeza e você terá uma ideia do quanto Meghan Markle vem aprendendo sobre as tradições e etiquetas da realeza antes de falar o “sim” para o Príncipe Harry nesta primavera.

Conversão real
Meghan foi recentemente batizada e crismada na Igreja Anglicana durante uma cerimônia privada no Kensington Palace, em Londres. Esse é um sinal de respeito à chefe da igreja, a Rainha Elizabeth II e também uma maneira de Meghan declarar publicamente sua religião.

Homenagem florida
Quando Vitoria Adelaide, Princesa Real, casou-se em 1858, seu buquê continha murta retirada do jardim de sua mãe, a Rainha Vitória. Desde então, todos os casamentos reais - incluindo o da de Duquesa de Cambridge, que usou um ramo do mesmo jardim -, têm como adereço flores de murta da Osborne House, na Ilha de Wight, a antiga casa privada da Rainha Vitória e do Príncipe Albert. Como essa é uma tradição intacta, tudo indica que Meghan a seguirá.

Presentes de ouro
Em 1923, a Rainha Mãe iniciou outra tradição ao usar uma peça com o raro ouro galês. Situado em meio à exuberante paisagem verde do Snowdonia National Park, no País de Gales, a mina de ouro de Clogau St David é fonte de um ouro de altíssima qualidade, usado para criar a aliança de casamento da rainha. Embora a fonte de ouro tenha secado desde então, Clogau é ainda hoje uma empresa familiar de joias que mantém uma produção pequena e cuidadosa. A Rainha Elizabeth II também usou parte dessa pequena reserva, portanto imagina-se que haja o suficiente para outras duas alianças.

No entanto, não dá para saber se o Príncipe Harry vai usar a aliança depois do grande dia: é tradição da elite britânica que os homens não usem joias, nem mesmo alianças de casamento.

Um banquete real
Após a cerimônia, Meghan e o Príncipe Harry irão receber os convidados para uma grande festa, conhecido como “café da manhã de casamento", independentemente da hora do dia em que a refeição principal é servida. A Rainha Elizabeth II e a Rainha-Mãe optaram por cardápios com influência da cozinha clássica francesa em seus respectivos casamentos. Já o Duque e a Duquesa de Cambridge valorizaram a gastronomia feita com produtos cultivados localmente.

Se Meghan e o Príncipe Harry seguirem a tendência, ele poderão servir batatas Jersey Royal e lagostins das Hébridas. Podem também optar pelo saboroso pato Gressingham, criado por propriedades familiares em Norfolk e Suffolk.

Há também a opção de produtos da Windsor Farm Shop, que vende carne de bois, porcos e carneiros criados nas Royal Farms. Você pode seguir os passos reais visitando o Royal Borough of Windsor and Maidenhead, com lojas de produtos da fazenda abertas ao público. Ou seguir a rota que o casal usará no dia do casamento, encerrando na cênica Long Walk e visitando o Windsor Castle.

Para tornar a experiência de alta gastronomia no casamento ainda mais especial, Megan e o Príncipe Harry podem recorrer aos famosos queijeiros da Paxton & Whitfield para uma seleção de queijos britânicos na festa. Vá até a loja da marca na Jermyn Street, em Londres - inaugurada em 1797 -, pegue um cesto e faça sua escolha. Em seguida, parta para um piquenique em um dos Royal Parks  da cidade, como o St James' Park ou o Green Park. Você pode inclusive fazer isso no dia do casamento e aproveitar para assistir à cerimônia ao vivo em seu celular. 

Seguindo as regras
Meghan também precisou aprender as regras de casamento real tradicional. “Quando os recém-casados começam a caminhar para deixar o altar da St George's Chapel, dentro da propriedade do Windsor Castle, eles precisam fazer uma pausa para que o Príncipe Harry se curve e Megham faça uma reverência em frente à Sua Majestade, a Rainha", explica o ex-mordomo real e especialista em etiqueta Grant Harrold.

Normalmente, a noiva e o noivo são os primeiros a comer em uma festa de casamento. No entanto, a etiqueta real manda que ninguém comece a se servir antes da Rainha. Da mesma forma, quando ela termina, todos param de comer também. “A Rainha, sendo a excelente anfitriã que é, obviamente irá se certificar que todos os convidados em seu campo de visão tenham terminado de comer antes de encerrar sua refeição", acrescentou.

Com a notícia de que pessoas comuns também serão convidadas a participar da celebração do casamento, pode haver uma corrida para o workshop de Etiqueta Real do Senhor Harrold, no qual os participantes aprendem os protocolos adequados ao interagir com membros da realeza, aristocratas e famílias VIPs.  

Temos certeza de que, como todas as noivas, Meghan estará radiante no grande dia e totalmente imersa nas tradições reais ao se casar com seu príncipe. 

For more information contact:

VisitBritain Media Team

pressandpr@visitbritain.com

Assets to download

Download images in this article

Visit website

Download PDF version of this article

Paxton & Whitfield exterior
Jersey Royals dug from ground
Exterior Clogau jeweller
Historical Clogau mine
Paxton&Whitfield interior
A view of Osborne House from the driveway