Grã-Bretanha mística

by Priscila Moraes
Wednesday 11 July 2018

Há na Grã-Bretanha um universo mágico ancestral. Descubra vales sagrados, monumentos misteriosos e florestas encantadas em uma jornada mística que começa no sudoeste da Inglaterra e termina na Escócia. 

Stonehenge, patrimônio da humanidade

Comece a jornada visitando o círculo de pedras Stonehenge, erguido em Salisbury, interior da Inglaterra. O monumento começou a ser construído há mais de 5 mil anos e foi sendo aperfeiçoado por diferentes gerações de tribos celtas, até chegar à complexa formação atual, com pedras de 50 toneladas e 5 metros de altura. No dia 21 de junho, solstício de verão, o Sol nasce em perfeito alinhamento à pedra principal. 

Complexo de Avebury e o maior círculo de pedras do mundo

Avebury, Inglaterra

Pertinho de Stonehenge, Avebury é um dos maiores e melhores monumentos Neolíticos da Europa. São três círculos de pedras tão grandes que o vilarejo de Avebury fica no meio. Diferente de Stonehenge, aqui é possível caminhar entre as pedras e tocá-las. Há tours guiados disponíveis pela National Trust e o acesso é gratuito. Como Stonehenge, Avebury também é um patrimônio da humanidade, com cerca de 6 mil anos de história.

O monte Silbury Hill, construído pelo homem há quase 5 mil anos

Ainda nos arredores é possível encontrar outras construções intrigantes - Silbury Hill, um monte construído pelos celtas há quase 5 mil anos, ainda sem explicação, e a Grande Barreira de West Kennet, uma enorme tumba situada no topo de uma colina. Ambos têm acesso gratuito.

Glastonbury, a ilha de Avalon

Após passar pelos monumentos de pedra, a jornada continua no sudoeste da Inglaterra, até Glastonbury. Com ar esotérico, esta pequena cidadezinha pode parecer excêntrica para muitos, mas não para quem conhece As Brumas de Avalon. Nos escritos sobre Rei Artur, Morgana e o mago Merlin, a lendária ilha de Avalon é descrita como "situada em Glastonbury". Contamos tudo sobre as muitas experiências que Avalon tem a oferecer neste post.   

As florestas encantadas de Dartmoor

Bovey Valley - Dartmoor

Pegando a estrada rumo à Cornualha, Dartmoor abriga incontáveis vestígios de tribos celtas. As florestas são tão mágicas que parecem saídas de O Senhor dos Aneis. Caminhe em direção à floresta Fernworthy e encontrará um delicado e melancólico círculo de pedras, escondido em meio à natureza. Mágico.

Igreja de Brent Tor, no topo de uma colina em Dartmoor

Ainda em Dartmoor, visite a pequena igreja de São Miguel construída no topo da montanha Brent Tor. Acredita-se que esta seja uma das rotas das ley lines (um vórtice de energia da Terra). Segundo a teoria, a linha de São Miguel Arcanjo passa exatamente por esta igreja, e segue até o Monte São Miguel, na Cornualha.

Tintagel, o berço de Rei Artur

O hotel Camelot visto à distância, a partir do castelo de Tintagel

Chegamos à Cornualha. Nos registros das lendas arturianas, diz-se que Rei Artur nasceu em uma caverna em Tintagel, pelas mãos do mago Merlin. A pequena cidade costeira oferece paisagens exuberantes dos penhascos à beira-mar. Mas a atração principal aqui é o Castelo de Tintagel - ou o que restou dele. 

Estátua de Rei Artur nas ruínas do Castelo de Tintagel, Cornualha

Hoje totalmente em ruínas, o castelo já foi uma imponente fortaleza no passado. Além da estátua de Rei Artur, há no local um museu e uma lojinha com miniaturas da Excalibur e vários outros atrativos. Nos subterrâneos do penhasco onde o castelo foi construído fica a Caverna do Merlin.

O monte de São Miguel Arcanjo

Monte São Miguel Cornwall Inglaterra

Erguendo-se como uma pequena ilha na baía de Marazion, Cornualha, o Monte São Miguel é mais uma das construções misteriosamente alinhadas à linha de São Miguel Arcanjo, na Inglaterra. Não é necessário dizer que junto ao castelo, há uma igreja dedicada a São Miguel, né? Na maré baixa o acesso pode ser feito a pé. 

Os enigmas da Capela de Rosslyn, Escócia

Hora de desbravar um pouco da Escócia, começando pela intrigante Capela de Rosslyn. Construída em uma região antes habitada pelos Templários, a capela é repleta de símbolos e referências ao paganismo - há até divindades celtas esculpidas. Entre os esotéricos, é forte a teoria de que estes códigos são a pista para o Santo Graal. Foi daqui que saiu a inspiração para O Código Da Vinci, filmado aqui inclusive.

A magia do Vale das Fadas, Ilha de Skye

Vale das Fadas Escócia

Seguindo em meio às paisagens deslumbrantes das Terras Altas da Escócia, chegamos à Ilha de Skye, no noroeste do país. Mística por natureza, aqui fadas e gigantes dão nome a montanhas e vales. Um dos lugares mais mágicos é o Faerie Glen, ou Vale das Fadas, formado pelo que parece ser um reino em miniatura. Lindo.

Pedras de Callanish, Ilha de Lewis

Callanish Stones

Em uma ilha pouco habitada, à noroeste da Escócia encontramos as Pedras de Callanish. Também chamada de Calanais Stones (em gaélico), este círculo de pedras com mais de 5 mil anos foi um importante santuário celta e serviu de inspiração para Outlander e Valente, da Disney-Pixar. Há vários outros monumentos como este espalhados em áreas remotas da Escócia, com o Círculo de Brodgar, nas ilhas Orkney, sendo um deles.

Escrito por

Priscila Moraes

Há mais de 8 anos Priscila se dedica a explorar cada cantinho da Grã-Bretanha. Apaixonada por mitologia celta e história britânica.

| View all author blogs

Últimos posts

Grã-Bretanha mística

Callanish Stones
Grã-Bretanha mística

Roteiro: a Ilha de Avalon na Inglaterra

Roteiro: a Ilha de Avalon na Inglaterra

15 curiosidades sobre Wimbledon

15 curiosidades sobre Wimbledon

10 hotéis luxuosos e românticos no Reino Unido

The witchery
10 hotéis luxuosos e românticos no Reino Unido

Vilarejos românticos

Vilarejos românticos