Entrada na Grã-Bretanha

Para quem chega de avião

A Grã-Bretanha possui cerca de 130 aeroportos licenciados, alguns com capacidade para voos de longa distância. O maior, Heathrow de Londres, é o aeroporto internacional mais movimentado do mundo e um dos principais pontos de rota da Europa para viagens aéreas internacionais. Heathrow é atendido pela maioria das companhias aéreas principais do mundo inteiro, com voos diretos de praticamente todas as maiores cidades. Outros aeroportos internacionais incluem Gatwick e Stansted em Londres, Manchester, Glasgow, Newcastle, Birmingham e Edimburgo. Aeroportos menores - como London City, Bristol, Norwich e Cardiff - têm voos diários para a Europa. Medidas rigorosas anti-terrorismo estão em vigor em todos os aeroportos.

 

Aeroportos britânicos

Os aeroportos britânicos têm excelente infraestrutura, especialmente os grandes aeroportos, que contam com banco 24 horas, lojas, lanchonetes, hotéis e restaurantes. A segurança é rigorosa em todos os aeroportos britânicos, o que pode fazer com que a passagem pelo controle de passaporte e a alfândega demore um pouco. É importante nunca deixar sua bagagem desacompanhada.

Há cinco aeroportos próximos a Londres, Heathrow e Gatwick (os dois maiores com voos de longa distância) e Stansted, London City e Luton, com voos para outras partes do Reino Unido, Europa e Norte da África. Nas demais regiões da Grã-Bretanha, os aeroportos de Manchester, Birmingham e Glasgow também têm voos de longa distância, especialmente para a América do Norte, além de vários aeroportos regionais menores como Bristol, Cardiff, Leeds-Bradford, Liverpool, Newcastle, Edimburgo ou Aberdeen que oferecem conexões, especialmente com linhas áreas de baixo custo, para várias partes do Reino Unido, Irlanda e Europa.

Saindo do Brasil, a British Airways e a TAM têm voos diretos de São Paulo para Heathrow, em Londres, e a British Airways também tem voos do Rio de Janeiro para Heathrow. Há muitas outras opções de voos com escala de São Paulo ou Rio, com apenas uma parada e, geralmente, com preços muito bons: com a Ibéria (por Madri), a TAP (por Lisboa), a Lufthansa (por Frankfurt), a KLM (por Amsterdã) ou a Air France (por Paris). a TAP e a Air France também têm voos para Europa saindo de Brasília.

O Heathrow possui cinco terminais e outros aeroportos geralmente têm mais de um terminal. Antes de voar, verifique em qual terminal seu voo chega ou de qual ele sai. Além disso, os cinco aeroportos próximos a Londres são distantes entre eles e o transporte rodoviário entre eles pode demorar de uma a três horas. Considere este aspecto quando tiver que se deslocar entre aeroportos.

 

Transporte do aeroporto

Embora os aeroportos internacionais da Grã-Bretanha estejam localizados longe dos centros urbanos, contam com transporte eficiente. A maneira mais confortável de locomoção de um ponto a outro na cidade é por meio de táxi, mas é também o mais cara. Além disso, os táxis tornam-se lentos em caso de congestionamentos. Isto também ocorre com ônibus urbanos e executivos, embora sejam bem mais baratos.

Os aeroportos de Heathrow e Newcastle estão conectados aos centros urbanos através do metrô, que é eficiente, rápido e barato. Os visitantes que chegam em Londres pelo aeroporto de Heathrow também podem pegar o Heathrow Express, um trem expresso para a Paddington Station (www.heathrowexpress.com ou 0845 600 1515). Os trens operam a cada 15 minutos, das 5:00 da manhã até cerca de meia noite, levando 15 minutos dos Terminais 1, 2 e 3 e levando 21 minutos do Terminal 5. Já o Terminal 4 exige uma baldeação e leva um total de 23 minutos. Quem chega em Gatwick pode pegar o Gatwick Express para London Victoria (www.gatwickexpress.com ou 0845 850 15 30). Os trens operam a cada 15 minutos e levam 30 minutos no percurso. Stansted e Manchester também têm trens expressos regulares que não são muito caros e são um método confiável para a locomoção no coração da cidade.

Os ônibus da National Express oferecem conexões diretas dos principais aeroportos (Heathrow de Londres, Gatwick e Stansted, Luton, Birmingham, Liverpool, Manchester, Coventry, East Midlands e Bristol) para diversos destinos britânicos. Também oferecem um serviço regular entre Gatwick e Heathrow.

 

Viajar pela Grã-Bretanha de avião

Na Grã-Bretanha, a viagem doméstica de avião somente é atraente em casos de longa distância, pois economiza muito tempo – por exemplo, de Londres para Escócia ou para uma das diversas ilhas costeiras. As tarifas podem ser altas, mas se a reserva for antecipada, ela pode ser até três vezes mas barata do que a comprada no aeroporto. As pontes aéreas da British Airways que operam entre Londres e cidades como Glasgow, Edimburgo e Manchester são muito populares entre viajantes de negócios. Nos horários de pico, os voos saem a cada hora, enquanto que nos demais horários saem a cada duas horas. Mesmo em voos domésticos a segurança é rigorosa.