Saiba antes de ir: informações úteis para você se planejar

Saiba antes de ir: protocolos de viagem para o Reino Unido

Atualizado em: 07/01/2022

A partir do dia 07 de janeiro de 2022, adultos totalmente vacinados e menores de 18 anos que viajarem para Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, não precisarão fazer um teste antes da partida ou se isolar na chegada 

E a partir de dia 09 de janeiro de 2022, adultos vacinados e maiores de 5 anos devem fazer um teste rápido de fluxo lateral pós-chegada. Os LFT (Lateral Flow Tests) substituirão os PCRs para o teste do 2º dia. Caso o resultado seja positivo, você deve isolar-se e fazer um teste PCR gratuito pelo NHS para confirmar o resultado.

Todas as vacinas de COVID-19 aprovadas pela OMS, incluindo as de uso emergencial, passaram a ser aceitas como prova de vacinação dos visitantes em viagem ao Reino Unido. Passageiros vindos do Brasil que tenham recebido o ciclo completo de vacinação são considerados "totalmente vacinados". Ainda é obrigatório a todos os passageiros o preenchimento do formulário de localização de passageiro (Passenger Locator Form) para todos que desembarcam no país.

Leia todas as instruções e protocolos abaixo.

O protocolo que você deve seguir para viajar ao Reino Unido depende do seu status de vacinação e de onde você esteve nos últimos 10 dias. O Reino Unido possui um sistema de duas listas para viagens internacionais: uma “lista vermelha” de países e territórios e uma de “resto do mundo”.

O Brasil está fora da lista vermelha, porém a situação é mantida sob constante revisão. Consulte sempre a lista vermelha antes de programar sua viagem, pois há protocolos e regras diferentes para quem vem de destinos classificados como de alto risco. 

Consulte também as informações de cada país do Reino Unido pelos links:

Inglaterra

Escócia

País de Gales

Irlanda do Norte

 

 

Novas regras: testes de COVID

Passageiros totalmente vacinados podem entrar no Reino Unido seguindo protocolos mais simples. No momento, todas as vacinas aplicadas no Brasil são reconhecidas pelo Reino Unido. Para saber mais, consulte esta página.

É obrigatório a todos os passageiros, independente do status de vacinação, apresentar um teste negativo para COVID, feito nas últimas 48 horas, antes de embarcar com destino ao Reino Unido. Também deve fazer um teste PCR de COVID-19 no Reino Unido, entre a data da chegada e o o segundo dia após a chegada. Também é obrigatório o preenchimento do formulário de localização de passageiros, antes do desembarque.

 

O que é considerado como completamente vacinado ao viajar para o Reino unido?

'Completamente vacinado' significa que você possui um ciclo completo de vacinação, encerrado pelo menos 15 dias antes da sua chegada ao Reino unido. 

A vacina deve ser aplicada de acordo com:

  • O programa de vacinação do Reino unido
  • Um programa de vacinação de outro continente que possua a prova de vacinação aprovada para viajar ao Reino unido.

 

Consulte as vacinas aprovadas, e países com certificado de vacinação válido:

Inglaterra - https://www.gov.uk/guidance/countries-with-approved-covid-19-vaccination...

País de Gales -  https://gov.wales/rules-international-travel-and-wales-coronavirus

Escócia - https://www.gov.scot/publications/coronavirus-covid-19-international-tra...

Irlanda do Norte - https://www.nidirect.gov.uk/articles/coronavirus-covid-19-travel-advice

 

Mesmo que você não seja completamente vacinado, as regras de vacinação completa se aplicam se você:

  • For menor de 18 anos, residente do Reino unido ou de um país com certificado de vacinação aprovado.
  • Faz parte de algum teste aprovado de vacinas para a COVID-19 no Reino unido ou nos EUA (residentes dos EUA apenas para testes nos EUA)

 

 

Certificado de vacinação

Você deve ser capaz de provar que foi inteiramente vacinado por um programa de vacinação válido. Existem várias formas de provar seu status de vacinação:

 

  • O NHS COVID pass”, se você vive na Inglaterra
  • O “EU Digital COVID Certificate
  • O cartão dos centros de controle e prevenção à doenças Para moradores dos Estados Unidos
  • O certificado de vacinação emitido pelo órgão de saúde nacional do seu país

 

Se você usa o certificado de vacinação como prova, ele deve ser reconhecido por alguma autoridade nacional ou órgão de segurança pública, estar em inglês, francês ou espanhol e deve conter, no mínimo:

  • Nome e sobrenome
  • Data de nascimento
  • Marca produtora da vacina
  • Dara de vacinação de cada uma das doses
  • Reconhecimento do órgão publico do determinado país ou território

 

Se o seu documento de um órgão de segurança pública não inclui todos os citados acima você deve seguir as regras para os não vacinados. Caso contrário, seu embarque pode ser negado.

Se você está completamente vacinado nos Estados Unidos, você também precisa provar que é residente do país.

 

Viagens de países fora da lista vermelhas, sem a vacinação completa

Passageiros que não estão completamente vacinados; seja parcialmente vacinado ou sem ter tomado nenhuma dose, devem seguir estas regras:

  • Realizar um teste PCR de COVID-19 pré-embarque. O teste deve ser feito 3 dias antes da viagem ao Reino Unido.
  • Agendar e pagar por testes no segundo e oitavo dias, para serem realizados após a chegada ao Reino Unido.
  • Concluir o formulário de localização do passageiro, nas 48 horas antecedentes à chegada ao Reino Unido.

 

Após a chegada no Reino Unido, devem:

  • Ficar de quarentena por 10 dias em casa ou no lugar em que estiverem hospedados.
  • Realizar o teste de COVID-19 antes do dia 2 e/ou depois do dia 8.

Todos os passageiros qualificados como 'completamente vacinados' com destino ao Reino Unido devem fazer um teste PCR de COVID-19 ao desembarcar, em qualquer momento entre a data da chegada (dia 0) e o segundo dia da chegada. Eles devem se autoisolar no local de sua acomodação até que saia o resultado do teste.

O teste de COVID deve ser reservado e pago com antecedência, em um dos laboratórios credenciados pelo governo britânico. A lista de fornecedores deve ser acessada pela página oficial do governo britânico. Crianças de até 4 anos estão isentas do teste.

Devido à nova variante Ômicron, o teste do tipo antígeno ou LFT (Lateral Flow Test) não é mais aceito. Você deve agendar este teste antes de viajar. 

Se sua estadia no Reino unido for de menos de 2 dias, você ainda sim precisará agendar e pagar pelo teste de COVID-19. Você só precisará realizar o teste se ainda estiver no país no dia 2.

Mais informações sobre testes podem ser encontradas no website oficial do governo.

Todos os passageiros e residentes que chegarem à Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, vindos de qualquer país, deverão preencher um formulário de localização (Public Health Passenger Locator Form), que coleta os seguintes dados:

 

  • Informações de contato
  • Detalhes da viagem (datas, endereços, etc)
  • Dados do passaporte
  • Número de reserva do teste de COVID-19

 

O formulário deve ser preenchido online e enviado 48 horas antes da sua chegada ao Reino Unido.

 

Após completar o formulário

Depois de preencher e enviar o formulário, você receberá um e-mail de confirmação. Antes de chegar à imigração britânica, você deve:

  • imprimir uma cópia do documento
  • baixar o documento no seu telefone

 

Você precisará mostrar este documento quando chegar na Grã-Bretanha e na Irlanda do Norte. Os oficiais da Força de Fronteira irão escanear o código QR no topo deste documento, para verificar se você completou o formulário com sucesso e se agendou e pagou por um teste de COVID-19 na chegada ao Reino Unido.

Caso você esteja fazendo apenas uma conexão na Inglaterra, viajando para outro destino fora do Reino Unido, consulte estas instruções.

Para ajudá-lo a planejar suas viagens futuras, nos unimos ao VisitEngland, VisitScotland, Visit Wales e Discover Northern Irland para lançar um padrão de qualidade para a indústria de turismo e hospitalidade da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, com a marca ‘We’re Good to Go’. Os portadores deste selo são empresas que estão aderindo às respectivas orientações do governo e de saúde pública, realizaram uma avaliação de risco COVID-19 e garantiram as mudanças necessárias para um ambiente seguro aos visitantes.

Para conquistar a marca ‘We’re Good to Go’, as empresas fazem uma avaliação por meio de uma plataforma online, incluindo um check-list de segurança. Um sistema de "alerta" garante que as empresas certificadas sejam notificadas de quaisquer alterações nas orientações oficiais.

Lembre-se de procurar a marca em sites de negócios individuais quando estiver pensando em planejar sua viagem online. Nosso mapa interativo lista todos os estabelecimentos de turismo e hotelaria que receberam o selo e estão prontos para receber visitantes de modo seguro.

Para tornar a sua viagem futura o mais agradável possível, recomendamos que você planeje com antecedência e informe-se sobre quaisquer instruções especiais, especialmente em espaços ao ar livre. Para garantir que todos façamos a nossa parte para viajar com responsabilidade, aqui estão algumas etapas gerais para quando as viagens forem possíveis novamente:

Ao planejar um passeio para locais ao ar livre, verifique se instalações importantes - como banheiros e estacionamentos - estarão abertos, para não ser pego de surpresa. Você pode encontrar informações sobre banheiros públicos abertos em toda a Grã-Bretanha e Irlanda do Norte em Lockdown Loo.
Se você tem uma atração em mente, verifique online se a pré-reserva é necessária.
Na Grã-Bretanha e na Irlanda do Norte, é lei o uso de máscara facial no transporte público, como ônibus, trens, táxis e minicabs, a menos que você esteja isento de fazê-lo.
Outros locais onde o uso da máscara é obrigatório podem variar conforme o destino. Consulte as orientações específicas para a Inglaterra, Escócia, País de Gales ou Irlanda do Norte.
Ao chegar no aeroporto você deverá usar máscara facial dentro do terminal, usar o check-in online sempre que possível e minimizar a bagagem de mão. Também serão aplicadas restrições ao distanciamento social, de acordo com as regras específicas de cada nação.
Mantenha dois metros de distância de qualquer pessoa fora de sua casa - isso não se aplica apenas a caminhadas, mas também a correr, andar de bicicleta e sentar. Observação: o distanciamento social é de dois metros na Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, mas foi reduzido para "acima de um metro" na Inglaterra. Consulte os sites relevantes de cada nação para obter mais informações.
Alguns lugares podem ser extremamente populares. Por que não sair do popular e descobrir uma joia escondida?
Certifique-se de ter um cartão de banco; muitos estabelecimentos atualmente aceitam apenas pagamentos sem dinheiro.
Lave as mãos regularmente e leve álcool gel para as mãos para usar quando não houver lavatórios públicos disponíveis.

Informações e conselhos governamentais

Para obter as informações governamentais mais recentes e conselhos específicos sobre viagens em cada uma das quatro nações, visite:

 

Se você acha que tem sintomas de coronavírus, deve discar 111 para acessar a linha de ajuda do NHS para obter aconselhamento. O número gratuito para chamadas não emergenciais está disponível 24 horas por dia. Você pode encontrar as orientações de saúde mais recentes para cada nação nas páginas dedicadas à Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

Departamentos hospitalares de acidentes e emergência (A&E) na Grã-Bretanha fornecem tratamento para emergências com risco de vida genuíno. Caso necessite de ajuda ou conselho médico em uma situação sem risco de vida, você deve ligar para 111 para acessar o serviço do NHS 111.

Os visitantes estrangeiros podem ter de pagar pelos cuidados hospitalares que recebem, e todos os visitantes são fortemente aconselhados a garantir um seguro de saúde com cobertura para a viagem. Qualquer teste e tratamento de coronavírus não incorrerá em nenhuma cobrança.

Você deve discar 999 em uma emergência para entrar em contato com os serviços de polícia, bombeiros e ambulâncias, bem como a guarda costeira. Você precisará indicar qual serviço você precisa. Outros serviços, como resgate em montanha e serviço voluntário da guarda costeira da Grã-Bretanha, o Royal National Lifeboat Institute, também podem ser acessados por meio deste número.

As chamadas são gratuitas de qualquer telefone, mas só devem ser feitas em emergências genuínas.

Se você estiver perdido, peça ajuda a um policial - eles são corteses, acessíveis e prestativos. Os guardas de trânsito também podem ajudá-lo com as direções. Se você foi vítima de um crime, entre em contato com a polícia discando 999 ou 101 para casos não emergenciais.

Os policiais de apoio à comunidade também trabalham com a polícia e também podem fornecer conselhos e orientações, além de orientações e outras informações importantes.

Usando o transporte público - máscaras faciais

 

Na Inglaterra, o uso de máscara facial em locais fechados não é obrigatório, mas recomendado.

As regras sobre o uso de máscaras faciais em outros locais, incluindo aeroportos e centros de transporte público, variam de país para país. Para obter mais informações sobre o uso de máscaras, visite os sites dedicados da InglaterraEscóciaPaís de Gales ou Irlanda do Norte.

A Grã-Bretanha e a Irlanda do Norte deixaram a União Europeia e o período de transição terminou em 31 de dezembro de 2020.

A partir de 1º de janeiro de 2021, existem novas regras para aqueles que desejam nos visitar vindos do exterior. Para mais detalhes, verifique o site oficial do governo ou veja nossa página Visitando o Reino Unido a partir de 1 de janeiro de 2021. Há também novas regras para aqueles que desejam trabalhar e estudar na Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, como parte de um novo sistema de imigração baseado em pontos para cidadãos da UE

Para mais informações, visite gov.uk e saiba mais.